Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
9

Basílio Horta: Situação no Amadora-Sintra é "intolerável"

Presidente da câmara de Sintra referia-se ao caos nas urgências do hospital.
29 de Dezembro de 2014 às 12:51
Basílio Horta lamenta que ainda não tenham sido assinados os protocolos para quatro novos centros de saúde
Basílio Horta lamenta que ainda não tenham sido assinados os protocolos para quatro novos centros de saúde FOTO: Pedro Zenkl 

O presidente da Câmara de Sintra, Basílio Horta (PS), classificou como "intolerável" o caos nas urgências do Hospital Fernando Fonseca (Amadora-Sintra), lamentando que o Ministério da Saúde ainda não tenha assinado os protocolos para quatro novos centros de saúde.

"O que está a acontecer é de uma grande gravidade para aquela zona e também para Sintra", afirmou esta segunda-feira à agência Lusa o presidente da autarquia, salientando que, quando o hospital de Amadora-Sintra foi construído, "Sintra tinha cerca de 300 mil habitantes, hoje tem inscritas no serviço de saúde 427 mil pessoas".

O tempo de espera nas urgências do Hospital Fernando Fonseca normalizou nas últimas horas, depois de ter chegado a ser de 22 horas entre 25 e 27 de dezembro, disse esta segunda-feira o porta-voz da unidade hospitalar.

basílio horta amadora-sintra hospital
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)