Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Bastonário da OM diz que há razões para a greve e pede consensos a ministro

Lusa 11 de Abril de 2017 às 18:29

O bastonário da Ordem dos Médicos (OM) considera que existem motivos que legitimam uma greve nacional de médicos e apelou ao ministro da Saúde para que crie o consenso necessário para evitar a paralisação.

"Não há dúvida que neste momento existem razões e motivos que legitimam que os médicos possam fazer greve. As razões são muitas e muitas delas têm a ver com o que é a qualidade do exercício da medicina, nomeadamente em termos do que é o respeito e a dignidade que os profissionais de saúde merecem e que não têm tido", afirmou o bastonário da OM, Miguel Guimarães, no final da reunião do Fórum Médico, onde ficou decidido agendar uma greve nacional para 10 e 11 de maio.

Entre as medidas essenciais estão, para o bastonário, resolver os "tempos excessivamente curtos que os médicos e os doentes têm um para o outro", recordando que há muitos profissionais em situação de 'burnout' (cansaço e 'stress' profissional extremo), o que aumenta a possibilidade de cometer erros.