Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

BCI "não é parte" em processo que envolve presidente - acionistas portugueses

Lusa 28 de Agosto de 2019 às 23:42

Os dois acionistas portugueses de referência do Banco Comercial e de Investimentos (BCI) de Moçambique sublinharam hoje que esta instituição "não é parte" no processo que envolve o presidente executivo, multado e inibido de funções pelo Banco de Moçambique.

"O BCI não é parte do processo, tendo os acionistas sido informados que o visado irá apresentar recurso desta decisão nos termos legais", afirmam a Caixa Geral de Depósitos e o Banco BPI num comunicado conjunto enviado hoje à Lusa, no qual asseguram também que "continuarão a colaborar de forma estreita com as autoridades moçambicanas".

O Banco de Moçambique multou e inibiu de funções o presidente do banco BCI, Paulo Sousa, quadro da portuguesa Caixa Geral de Depósitos, detentora maioritária daquele que é um dos principais bancos moçambicanos.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)