Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Bento XVI entrega Rosa de Ouro a Fátima

O Papa Bento XVI atribuiu a Rosa de Ouro ao Santuário de Fátima, tal como já sucedera no pontificado de Paulo VI, depositando a distinção do Vaticano junto à imagem de Nossa Senhora de Fátima na Capelinha das Aparições. "Quero apresentar ao vosso coração imaculado as alegrias e esperanças e também os problemas e as dores de cada um destes vossos filhos e filhas que se encontram na Cova da Iria e longe", disse o Papa, dirigindo-se à Virgem Maria.
12 de Maio de 2010 às 17:59
Papa despediu-se da multidão que o esperava antes de seguir para o aeroporto
Papa despediu-se da multidão que o esperava antes de seguir para o aeroporto FOTO: Miguel A. Lopes

Bento XVI chegou à Capelinha das Aparições às 17h45, saudando os milhares de fiéis que se concentraram no local, agitando bandeiras e fitas brancas. Depois de acenar para a multidão, o Santo Padre ajoelhou-se perante a imagem de Nossa Senhora da Fátima.

O Papa referiu-se à devoção que o seu antecessor, João Paulo II, tinha por Nossa Senhora de Fátima, salientando que a bala do atentado a que o polaco sobreviveu encontra-se na coroa da imagem da Virgem Maria.

"Agradeço a todos aqueles que todos os dias rezam pelo sucessor de Pedro, para que o Papa seja forte na Fé", disse ainda Bento XVI.

Bento XVI foi saudado pelos milhares de fiéis concentrados no Santuário de Fátima, onde chegou no Papamóvel, depois de alguns quilómetros de percurso em marcha lenta. 

O helicóptero da Força Aérea que transportou Bento XVI aterrou num parque de estacionamento transformado em heliporto em Fátima, onde o Santo Padre foi recebido pelas autoridades locais e por centenas de pessoas que se concentraram junto ao local. 

O bispo de Leiria-Fátima, D. António Marto, o presidente da Câmara de Ourém, Paulo Fonseca, receberam Bento XVI, que tinha à sua espera o Papamóvel, que fez a viagem entre Lisboa e Fátima pela manhã.

Também presente esteve D. Serafim Ferreira, antigo bispo de Leiria-Fátima, que recebeu o então cardeal Joseph Ratzinger há dez anos no Santuário.

Crianças no Cristo Rei

Cerca de 500 crianças de paróquias da diocese de Setúbal juntaram-se junto ao Cristo Rei, em Almada, para acenarem ao Papa.

O helicóptero que transportou o Santo Padre sobrevoou a área depois de levantar voo e antes de rumar para Fátima, enquanto as crianças acenavam com lenços brancos. No chão, a letras brancas, podia ler-se "Bem-vindo", inscrição que o Papa terá conseguido ler.

Já as crianças e alguns populares que ali se juntaram não viram mais do que o helicóptero, que passou demasiado alto e não parou no ar.

Despedida na Nunciatura 

Bento XVI acedeu aos que gritavam "Papa à janela!" e, antes de partir para o aeroporto, veio à janela central da Nunciatura, em Lisboa, para saudar a multidão ali concentrada.

Durante não mais de 30 segundos, o Sumo Pontífice acenou e sorriu, causando enorme alegria entre os fiéis que o esperavam, principalmente mulheres, muitas das quais já haviam, sem êxito, tentado vê-lo ontem e hoje de manhã. "Obrigado! Obrigado!", ecoou em seguida a multidão.

"O Papa é muito mais simpático do que parece nas fotografias", declarou, emocionada, Maria do Carmo, de 63 anos, acenando uma bandeirinha festiva quando Bento XVI, na companhia do seu secretário pessoal, Georg Gaenswein, e do cardeal patriarca de Lisboa, D. José Policarpo, já seguia no Papamóvel a caminho do aeroporto.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)