Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Berlusconi condenado por suborno

A Justiça italiana confirmou que o primeiro-ministro, Silvio Berlusconi, subornou com 405 mil euros o advogado britânico David Mills para mentir em dois processos que permitiria ao Chefe de Governo sair impune.
27 de Outubro de 2009 às 17:00
Berlusconi ficou ensanguentado na sequência de murro
Berlusconi ficou ensanguentado na sequência de murro FOTO: d.r.

O Tribunal de Apelação de Milão confirmou a decisão já tomada em primeira instância que condenou Berlusconi em quatro anos e seis meses de prisão.

 

Esta é a segunda derrota para ‘Il Cavaliere’ em poucas semanas, depois de o Tribunal Constitucional ter invalidado a ‘Lei Alfano’ que dava imunidade judicial aos quatro mais altos cargos de Itália. Berlusconi tinha feito aprovar essa lei no Parlamento, em Abril do ano passado, poucos dias depois de ter chegado novamente ao poder, com o objectivo de impedir o julgamento em diversos processos. Além do chamado ‘caso Mills’, que hoje viu a sentença confirmada, o primeiro-ministro italiano está ainda implicado noutros casos de justiça.

 

Ainda assim, tudo indica que Berlusconi consiga ‘fintar’ a Justiça e não cumprir a pena. É que o delito pelo qual foi condenado precreve em apenas quatro meses, em Fevereiro próximo. Com um prazo tão apertado e as manobras dilatórias que seguramente os seus advogados vão tentar nos tribunais, é praticamente impossível que a Justiça consiga fazer cumprir a sentença.

 

Berlusconi pode ainda apelar para um tribunal de terceira instâncias e é pouco provável que até Fevereiro haja uma sentença definitiva.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)