Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Berlusconi julgado por comprar silêncio de testemunhas

Em causa o processo em que antigo PM italiano era acusado de sexo com menores.
28 de Janeiro de 2017 às 14:44
Berlusconi à saída de um hospital de Milão, onde foi operado ao coração, em junho de 2016
Berlusconi à saída de um hospital de Milão, onde foi operado ao coração, em junho de 2016 FOTO: Flavio Scalzo/Reuters
Um tribunal italiano ordenou este sábado que o antigo primeiro-ministro Silvio Berlusconi vai a julgamento, onde vai responder à acusação de ter subornado testemunhas que iriam depor n ocaso em que era suspeito de ter tido relações sexuais com menores.

Berlusconi foi absolvido em 2014 da acusação de ter tido sexo com a marroquina Karima El Mahroug, mais conhecida pela nome artístico de Ruby, quando esta tinha 14 anos.
Os procuradores do processo alegaram depois que Berlusconi tinha pago 10 milhões de euros para comprar o silêncio das testemunhas, incluindo Ruby, que terá recebido 7 milhões de euros.

O antigo primeiro-ministro deveria ter sido julgado pelas acusações de corrupção com outros arguidos, mas o seu processo foi separado devido aos problemas de saúde de Berlusconi.

O julgamento está agora marcado para 5 de abril. Silvio nega ter feito algo de errado.

Entre as outras pessoas que estão a ser julgadas aparte por corrupção estão 16 mulheres que participaram em festas 'bunga bunga", as orgias alegadamente organizadas por Berlusconi.nas suas propriedades.

Frederico Cecconi, advogado de Silvio, nega as acusações, embora admita que o seu cliente ajudou financeiramente algumas raparigas. "Há o risco de que o que vai a julgamento é a generosidade", diz o causídico, citado pela Reuters.

Em 2013, a carreira política de Berlusconi já tinha sofrido um sério revés quando o empresário e político foi acusado de fraude fiscal. Mas o antigo primeiro-ministro nunca foi condenado.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)