Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

BES Angola não prevê alterações com saída de Ricardo Salgado do banco português

O capital do BESA é detido em 55,71 por cento pelo Banco Espírito Santo português.

26 de Junho de 2014 às 20:15

O presidente da Comissão Executiva do Banco Espírito Santo Angola (BESA), Rui Guerra, disse esta quinta-feira que as mudanças na gestão do maior acionista, com a saída de Ricardo Salgado da presidência executiva do BES, não implicam alterações na operação angolana.

"Não perspetivo qualquer tipo de alteração. Nesta altura, a relação entre o Banco Espírito Santo [BES] e os acionistas angolanos é muito, muito positiva", disse Rui Guerra, à margem do IV Fórum Banca promovido pelo jornal "Expansão", que se realizou esta quinta-feira em Luanda.

BES Angola alterações saída Ricardo Salgado banco português
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)