Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

BIBI QUER CASA PIA FORA DO PROCESSO

Carlos Silvino, ‘Bibi’, solicitou ao Tribunal da Boa-Hora que impeça a Casa Pia de Lisboa (CPL) de intervir como assistente no processo da pedofilia, alegando que a instituição não tem legitimidade para representar duas das vítimas.
29 de Julho de 2004 às 00:00
No requerimento, que já chegou ao juiz da 8.ª Vara Criminal (3.ª secção), ‘Bibi’ defende que os advogados dos ofendidos estão numa situação de conflito de interesses, dado que também colaboram com o Ministério Público, no sentido de fazerem prova contra a própria instituição.
O alegado pedófilo sustenta, igualmente, que a CPL não obteve autorização do Tribunal de Família e Menores para representar as vítimas de abuso sexual e considera que os direitos dos menores no processo também devem ser exercidos contra a Casa Pia.
“Os direitos dos menores no processo devem ser exercidos também contra a CPL, que não pode nem deve agir deslealmente, já que a sua estratégia foi a de não defender os direitos dos menores no processo e depois auto limitar a sua responsabilidade a 50 000 euros, criando lei nesse sentido, agindo assim o Estado em desfavor dos menores, furtando-se a responder em Tribunal, numa clara manobra para se proteger”.
FRACA INDEMNIZAÇÃO
No recurso contra a decisão de o tribunal ter aceite a Casa Pia como assistente – no processo em que ‘Bibi’ é o único arguido – o ex-motorista diz ainda que o “Estado deve agir sempre com superioridade ética e de mãos limpas” e que tal não está a suceder quando limita a 50 mil euros a indemnização máxima que os jovens podem vir a receber pelos “tormentos” que dizem ter sofrido.
Depois de lembrar que, no megaprocesso da pedofilia – que tem como arguidos, entre outros, Carlos Cruz, Jorge Ritto e Manuel Abrantes –, a Casa Pia só foi admitida como assistente nos crimes de peculato, Carlos Silvino classifica como “inadmíssivel” o facto de um dos defensores das vítimas, António Pinto Pereira, ter dito a um jornal diário que não levaria dinheiro pelos seus serviços e que mais tarde uma revista noticiou que, afinal, cobra 5000 euros mensais à Casa Pia.
O CM tentou ontem contactar Pinto Pereira, o que não foi possível até ao fecho desta edição.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)