Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Bob Dylan não vai à Suécia receber Nobel

Artista confirma que já tem outros compromissos nesse dia.
16 de Novembro de 2016 às 16:03
Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
Nobel, literatura, Bob Dylan
O cantor Bob Dylan já confirmou que não vai estar presente na cerimónia de entrega dos Prémios Nobel 2016. O artista recebeu a distinção na categoria de Literatura, mas não vai marcar presença em Estocolmo porque, garante, já tem outros compromissos. 

A confirmação foi dada pela Academia Sueca, que recebeu uma missiva, esta quarta-feira, de Bob Dylan. Na carta, o cantor garante que "já tinha compromissos assumidos anteriormente" e que, como tal, não poderá ir à Suécia em dezembro. 

"A Academia Sueca recebeu ontem (terça-feira) uma carta pessoal de Bob Dylan em que ele explicava que não conseguirá ter disponibilidade em dezembro para ir a Estocolmo receber o prémio Nobel da Literatura", indicou a instituição no mesmo documento.

"Ele voltou a ressalvar que se sente muito honrado com a distinção e que queria receber o prémio pessoalmente", admitiu a Academia, num comunicado. 

A organização aproveitou para garantir que "é pouco usual, mas não excecional" que os laureados não compareçam à cerimónia. Para além de Dylan, também Doris Lessing, Harold Pinter e Elfriede Jelinek, por exemplo, não estiveram presentes para receber o galardão. 

"Eles ficaram na mesma com o prémio, como ficará Bob Dylan", assegurou a Academia Sueca.

"Aguardamos ansiosamente a conferência de Bob Dylan, que ele deverá proferir - é o único requisito - no prazo de seis meses a partir de 10 de dezembro de 2016", frisou a Academia.

O lendário músico norte-americano de 75 anos, cujas letras foram cantadas por gerações de fãs, é o primeiro compositor a ganhar o prémio Nobel da Literatura.
Ver comentários