Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Bombeiros dizem não ter equipamentos para atuar

Falta de acessos às entradas do Túnel Ferroviário de Caíde preocupam bombeiros.
12 de Maio de 2015 às 17:29
Viatura de bombeiros de Lousada
Viatura de bombeiros de Lousada FOTO: D.R.
O comandante dos Bombeiros de Lousada alertou esta terça-feira que as corporações da região não têm "formação específica", nem "equipamento adequado", para atuar no interior do túnel ferroviário de Caíde, em caso de emergência.

"Falta treino nesse ambiente e material adequado", vincou Albano Teixeira, em declarações à Lusa.

O comandante admitiu que a probabilidade de uma situação de emergência no interior daquela infraestrutura com 1080 metros de extensão é baixa, mas recordou que já houve dois princípios de incêndio em comboios nas proximidades do túnel, o último dos quais há poucas semanas.

Albano Teixeira, que comandou até há poucas semanas a corporação de Vila Meã, que atua do lado nascente do túnel, conhece bem aquele "teatro de operações".
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)