Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Bruxelas admite recessão em 2009

O comissário para os Assuntos económicos e monetários, Joaquin Almunia, admitiu esta quinta-feira que a União Europeia (UE) vai rever as previsões para 2009 para “crescimento negativo”.
27 de Novembro de 2008 às 16:40
Bruxelas admite recessão em 2009
Bruxelas admite recessão em 2009 FOTO: d.r.

“Precisamos de rever as nossas estimativas anteriores para crescimento negativo”, afirmou Almunia, admitindo que “a crise poderá não terminar no próximo ano”.

A crise financeira mundial levou a economia europeia a entrar na primeira recessão desde a introdução da moeda única há quase dez anos. Ontem, a Comissão Europeia apresentou um pacote de medidas de 200 mil milhões de euros para relançar o crescimento.

Bruxelas já tinha diminuído as previsões de crescimento para o próximo ano para 0,1 por cento e espera três meses consecutivos de contracção do Produto Interno Bruto (PIB) ainda este ano.

Em Setembro, o Banco Central Europeu reviu em baixa a taxa de crescimento para 2009, de 1,5 para 1,2 por cento.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)