Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Bruxelas aprova compra do Banif pelo Santander

Santander é liderado por António Vieira Monteiro.
Lusa 8 de Julho de 2016 às 11:33
Banif
Banif FOTO: Rafael Marchante/Reuters

A Comissão Europeia aprovou esta sexta-feira a compra do Banif pelo Banco Santander Totta.

Segundo um comunicado do executivo comunitário, "a Comissão concluiu que a transação proposta não levanta quaisquer problemas de concorrência, dado que as sobreposições entre Banif e atividades do Banco Santander Totta [BST] são limitados a nível nacional".

"Tanto o Banif como o BST têm atividade na banca de retalho, banca corporativa e serviços de pagamentos por cartão em Portugal", diz Bruxelas, salientando ainda que o Banif tem "uma forte presença na Madeira e nos Açores", mas o BST não é um concorrente próximo nas regiões autónomas.

O Santander Totta comunicou ao regulador do mercado, a 21 de dezembro de 2015, que se tornará o segundo banco privado português após a aquisição de parte do Banif por 150 milhões de euros, indicando que possíveis litígios ficam na instituição portuguesa.

Em 20 de dezembro, domingo ao final da noite, o Banco de Portugal e o Governo anunciaram a resolução do Banif, a venda de alguns ativos ao Santander Totta e a transferência de outros (muitos deles 'tóxicos') para a sociedade-veículo Oitante.

A operação surpreendeu pela dimensão do dinheiro estatal envolvido, que no imediato foi de 2.255 milhões de euros, o que obrigou a um Orçamento retificativo.

A este valor há ainda que somar a prestação de garantias de 746 milhões de euros e a perda dos cerca de 800 milhões de euros que o Estado tinha emprestado em 2012 e que não tinham sido devolvidos.

No total, e retirando os 150 milhões de euros pagos pelo Totta, os custos para contribuintes podem chegar até 3.600 milhões de euros.

Comissão Europeia Banif Banco Santander Totta
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)