Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Câmara de Sesimbra exige obras para desassoreamento da Lagoa de Albufeira

Delegado de saúde interditou a prática balnear da Lagoa de Albufeira com o objetivo reduzir a "exposição ao risco para a saúde da população", devido ao fecho da ligação ao mar.
23 de Junho de 2014 às 20:38

A Câmara de Sesimbra garantiu ter procedido várias vezes à reabertura da Lagoa de Albufeira, que esta segunda-feira foi interdita à prática balnear, recordando que o desassoreamento da lagoa é da responsabilidade da Agência Portuguesa do Ambiente (APA).

"A autarquia já informou por diversas ocasiões a APA da necessidade de se efetuar uma grande obra de desassoreamento da lagoa, uma medida vital para garantir a abertura prolongada da mesma", refere um comunicado divulgado pela Câmara de Sesimbra.

"Importa esclarecer que a Câmara Municipal de Sesimbra não tem qualquer responsabilidade nesta situação, e que, por sua iniciativa, tem vindo a fazer há vários anos a abertura da Lagoa ao oceano no equinócio da primavera, com o objetivo de assegurar a qualidade das águas, o equilíbrio da flora e fauna, e a saúde pública, substituindo-se assim à Agência Portuguesa do Ambiente (APA), entidade que tem esta obrigação", acrescenta o comunicado.

Setúbal câmara Sesimbra exige obras desassoreamento Lagoa Albufeira
Ver comentários