Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Câmara de Contas timorense deve considerar circunstâncias da construção do Estado - ministro

Lusa 5 de Fevereiro de 2016 às 06:03

A Câmara de Contas de Timor-Leste deve fazer cumprir a lei mas não pode ignorar "as circunstâncias" de consolidação e construção do Estado, defendeu hoje um ministro timorense.

"O Governo está muito satisfeito com a forma como a Câmara de Contas tem trabalhado. Não deve haver limitações na execução ou no desempenho do seu papel mas deve ter em conta o contexto, a situação e as circunstâncias atuais da construção do Estado", afirmou à Lusa Dionísio Babo, ministro de Estado e da Administração Estatal e Coordenador dos Assuntos da Administração do Estado e da Justiça.

Para o ministro, é particularmente importante que as suas interpretações sejam feitas "não apenas considerando o aspeto legal mas outras questões que condicionam a atuação do Estado atualmente".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)