Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Carlos César admite escala de aviões da CIA

O presidente do Governo regional dos Açores, Carlos César (PS), admitiu que aviões da CIA, que transportavam suspeitos de terrorismo para a base norte-americana de Guantanamo, em Cuba, tenham feitro escala em território nacional.
9 de Fevereiro de 2008 às 11:11
Em entrevista ao programa "Diga Lá, Excelência", da Rádio Renascença e do PÚBLICO, na RTP2, Carlos César afirmou desconhecer qualquer "documento que ateste de forma fidedigna" a passagem de aviões dos serviços secretos pela Base das Lajes, na ilha terceira.
"Em relação às questões que têm a ver com o trânsito na Base das Lajes ou em outros aeroportos portugueses de eventuais prisioneiros de Guantanamo, eu, como presidente do Governo regional, ignoro por completo um único documento que ateste de forma fidedigna que isso aconteceu", afirma o governante socialista na entrevista que será publicada na edição de domingo do PÚBLICO e transmitida no mesmo dia às 12H00 pela Rádio Renascença e à noite pela RTP2.
César admite, "no domínio das probabilidades", que os aviões que transportaram prisioneiros em Guantanamo possam ter sido abastecidos de combustível "nos Açores ou no Continente", à semelhança do que acontece com aviões civis.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)