Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
1

Casa e escritório de Ricardo Sá Fernandes assaltados

A casa e o escritório do advogado Ricardo Sá Fernandes foram assaltados terça-feira, mas o advogado evitou estabelecer, para já, qualquer ligação com o caso Bragaparques, em que ajudou a Polícia Judiciária (PJ) nas investigações.
24 de Janeiro de 2007 às 18:47
“Não sei se foi coincidência, o que é certo é que nunca tinha sido vítima de um assalto deste género”, revelou Ricardo Sá Fernandes esta quarta-feira, acrescentando que, “do ponto de vista de informações relevantes, os assaltantes não levaram nada”, mas sem querer fazer uma ligação entre os dois assaltos.
“Se a intenção dos assaltantes foi intimidar-me quero dizer que este caso incomoda-me, mas não me intimida”, frisou o advogado, esclarecendo que foi vítima de dois assaltos. “Assaltaram a minha casa entre as 10h00 e o 12h00 de terça-feira e o escritório entre as 20h00 e as 07h00 da manhã”, explicou.
Ricardo Sá Fernandes não quis especificar os objectos roubados, acrescentando apenas que uma brigada especial da PJ já está a investigar o caso.
Recorde-se que Ricardo Sá Fernandes teve um papel importante nas investigações do caso Bragaparques ao comunicar à PJ uma alegada tentativa de corrupção de José Fernandes, seu irmão e vereador da Câmara de Lisboa, por parte do gerente da empresa.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)