Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Caso BCP: Início da leitura do acórdão atrasada

Coletivo de juízes alterou a sala onde decorrem os trabalhos.
2 de Maio de 2014 às 11:20

A sessão de leitura do acórdão do julgamento do processo-crime do BCP, em que quatro ex-administradores do banco respondem por manipulação de mercado e falsificação de documentos, que devia arrancar às 09h30 nas Varas Criminais de Lisboa, ainda não começou.

Os arguidos e os seus advogados estão já todos na sala do tribunal, tendo o fundador do Banco Comercial Português (BCP), Jorge Jardim Gonçalves, sido o último a chegar, já depois das 10h00.

O coletivo de juízes alterou a sala onde decorrem os trabalhos para uma das salas com maior capacidade no Campus da Justiça, de forma a acomodar o batalhão de jornalistas que acompanham esta última sessão do julgamento.

Caso BCP leitura acórdão julgamento processo-crime Jorge Jardim Gonçalves
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)