Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Caso Camarate: Segurança detido e a depor no TIC

José Esteves, um antigo segurança ligado ao Caso Camarate, foi detido na segunda-feira à noite na posse de arma ilegal e ameaça a terceiros, pela Direcção Central de Combate ao Banditismo (DCCB) da Polícia Judiciária, e esteve a depor no Tribunal de Instrução Criminal de Lisboa (TIC) tendo sido já libertado.
28 de Novembro de 2006 às 17:30
Segundo fonte da Judiciária a arma foi apreendida "no cumprimento de mandados de busca domiciliária, no âmbito de uma investigação alargada a múltiplas ameaças com a aprática de crimes, a companhadas de actos susceptíveis de causar alarme público".
A detenção surge um dia depois antes da publicação de uma entrevista pela revista “Focus”, onde José Esteves assume ser o autor de um engenho que fez explodir a aeronava Cessana onde seguiam o então primeiro-ministro português Francisco Sá Carneiro, a sua mulher Snu Abacassis, o chefe de gabinete António Patrício Gouveia, e o ministro da Defesa Adelino Amaro da Costa, assim como os dois pilotos do aparelho, no dia 4 de Dezembro de 1980.
QUEIXA CONTRA ESTADO
Ricardo Sá Fernandes, advogado das famílias das vítimas do caso Camarate, está a trabalhar numa queixa contra o Estado português, que inclui a indemnização “simbólica” de um euro, pela impossibilidade de se realizar um julgamento.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)