Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Catarina Martins acha a polémica "absurda"

A porta voz do BE considera que coligação está a "arranjar uma desculpa esfarrapada".
23 de Agosto de 2015 às 20:25
Catarina Martins num discurso do BE.
Catarina Martins num discurso do BE. FOTO: LUSA
A porta voz do Bloco de Esquerda (BE), Catarina Martins, qualificou este domingo como "absurda" a polémica dos debates televisivos para as eleições legislativas e considerou que a coligação está a "arranjar uma desculpa esfarrapada" para evitar os confrontos.

Catarina Martins falou aos jornalistas à margem de uma visita à Fatacil, em Lagoa, no Algarve, e disse ser "absurda, do ponto de vista democrático", a exigência do PSD em incluir também Paulo Portas, líder do CDS, partido com o qual forma a Coligação Portugal à Frente, no debate de 22 de setembro, com as restantes forças políticas com assento parlamentar.

A porta voz do BE disse que também já "estão acertados frente-a-frente entre os líderes dos vários partidos", o primeiro deles a 01 de setembro, e assegurou que estará presente em todos os confrontos que foram acordados entre os partidos e as cadeias de televisão.

Catarina Martins referiu que há coligações em Portugal há décadas e considerou que "é estranho que haja duas pessoas a defender o mesmo programa, porque ou é o dobro do tempo para dizer o mesmo ou têm visões diferentes e não se percebe porque estão numa coligação".

"É um absurdo do ponto de vista democrático e não tem nenhum sentido", acrescentou, considerando que a coligação está "a arranjar uma desculpa esfarrapada, depois de já terem acordado e de já terem escrito a lei, para fugir ao debate, porque têm muita dificuldade no confronto de explicar as mentiras que andam a dizer ao país".
Ver comentários