Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Cavaco alerta para definição de metas

O Presidente da República, Cavaco Silva, alertou esta quarta-feira para a necessidade de não perder de vista os desafios e metas de médio prazo, sob pena de se abrir a porta a novas crises porventura ainda "mais graves".
4 de Março de 2009 às 15:17
Cavaco mostrou-se com medidas proteccionistas
Cavaco mostrou-se com medidas proteccionistas FOTO: d.r.

'Não podemos dar-nos ao luxo de perder de vista os desafios e metas de médio prazo, dos quais destacaria não apenas a reformulação da arquitectura e governação do sistema financeiro internacional, mas, sobretudo, as questões do combate às desigualdades sociais e ao terrorismo, da criação de emprego e do crescimento sustentável', afirmou Cavaco Silva no encerramento do seminário económico 'Alemanha/Portugal: Juntos criamos riqueza', que decorreu num hotel em Berlim.

Se se colocarem de lado estas metas e desafios, segundo o Chefe de Estado, poderá estar-se a 'abrir a porta a novas crises, porventura de carácter ainda mais grave para a solidez e estabilidade das relações internacionais'.

Para o curto prazo, Cavaco Silva defendeu que os Governos devem minimizar as consequências da escassez de crédito e restaurar a confiança dos mercados financeiros. O Presidente rejeitou ainda o regresso a 'novas formas de proteccionismo', considerando que a História já ensinou que 'trazem consequências bem mais nefastas do que as crises originais'. 'Restringir, de forma explícita ou implícita, o grau de abertura das economias nacionais seria uma resposta contraproducente, em termos económicos, como perigosa em termos políticos', sublinhou.

De igual forma, Cavaco Silva insistiu na necessidade de combater as manifestações de 'nacionalismo económico e financeiro', por considerar que 'representam um risco para o funcionamento do mercado interno e, por essa via, para o futuro do modelo de integração e afirmação da Europa'.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)