Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

CE impõe multa de 750 milhões a 11 empresas

A Comissão Europeia (CE) impôs a onze fabricantes de equipamentos eléctricos acusados de combinarem preços entre si uma multa de 750 milhões de euros, a segunda maior coima da sua história, sendo que coube à alemã Siemens a maior fatia da sanção, 400 milhões de euros.
24 de Janeiro de 2007 às 13:41
As companhias ABB, Alstom, Areva, Fuji, Hitachi, Japan AE Power Systems, Mitsubichi Electric Corporation, Schneider, Siemens-Alemanha, Siemens-Áustria e Toshiba foram acusadas de combinarem entre si os preços dos seus interruptores de isolamento de gás, num período compreendido entre 1988 e 2004.
Os interruptores em questão são produtos caros e pesados, que controlam o fluxo de energia dos sistemas de geradores eléctricos e são usados em subestações eléctricas.
A multa mais pesada alguma vez aplicada pela CE foi fixada em 855 milhões de euros contra um cartel de empresas fabricantes de produtos vitamínicos, tendo sido reduzida posteriormente para 790 milhões de euros pelo Tribunal de Justiça da UE.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)