Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Centro de apoio em S. Paulo atende 1.300 portugueses por ano

Auxílio para obter documentos, dificuldades financeiras e relações com sistema penal são os serviços mais procurados.
Lusa 28 de Março de 2015 às 13:54
Número refere-se apenas a pedidos realizados em São Paulo
Número refere-se apenas a pedidos realizados em São Paulo FOTO: D.R.

O Centro de Apoio a Portugueses Carenciados em São Paulo atende 1.300 pessoas ao ano, com base nos registos de 2014, incluindo quem pede auxílio para obter documentos, aqueles com dificuldades financeiras ou relações com sistema penal.

O centro, que faz parte da Provedoria da Comunidade Portuguesa de São Paulo, o braço assistencial do consulado geral, é apoiado pela Secretaria de Estado das Comunidades mas também com doações várias de privados.

"A Provedoria Portuguesa do Estado de São Paulo possui uma relação próxima com as autoridades de São Paulo, municipais e estaduais", afirmou o cônsul-geral em São Paulo, Paulo Lopes Lourenço. A Provedoria apoia também a manutenção de um Lar de Idosos, que atualmente atende a 49 pessoas.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)