Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

CFP antecipa que Portugal deixe défices excessivos em 2017 mas alerta para riscos

Lusa 22 de Março de 2016 às 11:18

O Conselho de Finanças Públicas (CFP) antecipa que Portugal saia do Procedimento dos Défices Excessivos (PDE) na primavera de 2017, projetando um défice orçamental de 2,7% em 2016, mas alerta para riscos existentes.

No relatório "Finanças Públicas: Situação e condicionantes 2016-2020", o CFP atualiza as suas projeções económicas e orçamentais com base num cenário de políticas inalteradas, ou seja, assume-se a manutenção das políticas e das medidas de natureza permanente já adotadas pelo período em causa.

O cenário orçamental do CFP aponta para que, em 2016, e excluindo medidas temporárias e não recorrentes, "o défice orçamental das administrações públicas possa ficar nos 2,7% do PIB, um valor superior ao que está subjacente ao OE2016 em termos ajustados (2,4% do PIB)".