Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Deslizamentos de terras matam 26 pessoas na Indonésia

Entre os mortos e desaparecidos estão mais de uma dúzia de crianças com menos de 12 anos.
Lusa 22 de Setembro de 2016 às 05:27
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia
Cenário de destruição causado pela força das águas, na Indonésia

O número de mortos devido às cheias e deslizamentos de terras na Indonésia subiu para 26, com as autoridades a manifestarem pouca esperança de encontrar com vida os 19 desaparecidos, segundo as autoridades.

Segundo a agência nacional de desastres, 23 pessoas morreram em Garut, na ilha de Java, e 18 estão ainda desaparecidas, após chuvas torrenciais.

A força das águas causou cenários de destruição, com casas reduzidas a escombros, carros virados e destroços espalhados pelas ruas lamacentas.

Entre os mortos e desaparecidos estão mais de uma dúzia de crianças com menos de 12 anos, apesar de muitas não terem ainda sido formalmente identificadas, segundo a agência de desastres.

As equipas de resgate e pessoal do exército continuam à procura dos desaparecidos, enquanto drones estão a avaliar a escala da destruição, explicou o presidente da agência de desastres, Willem Rampangilei, em comunicado.

"Há bastante água limpa e alimentos disponíveis. A comunidade também está a ajudar", disse Rampangilei, acrescentando que foi já enviado um relatório ao Presidente Joko Widodo.

Abrigos temporários e cozinhas foram estabelecidos para assistir cerca de 430 pessoas que ficaram sem casa, além de distribuição de cobertores e roupa.

Noutras zonas de Java Ocidental, equipas de emergência continuavam à procura de uma pessoa desaparecida, após um grande deslizamento de terras em Sumedang, que causou três mortos.

As cheias e deslizamentos de terras são comuns na Indonésia, um arquipélago tropical propenso a desastres naturais e chuvas torrenciais.

Em junho, cerca de 50 pessoas morreram quando fortes chuvas empurraram torrentes de água, lama e pedra para vilas em Java Central, uma província densamente povoada na principal ilha indonésia.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)