Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

China condenou 39 separatistas por "incitamento à violência"

Penas até 15 anos de prisão.
22 de Maio de 2014 às 12:35

Trinta e nove pessoas foram condenadas nos últimos dois meses até 15 anos de prisão em Xinjiang, noroeste da China, por "incitamento à violência" e à 'jihad' (guerra santa), disse hoje a imprensa oficial chinesa.

A informação foi divulgada pelo Tribunal Superior de Xinjiang na quarta-feira, menos de 24 horas antes do ataque com explosivos ocorrido hoje de manhã num mercado de Urumqi, capital da região, que causou 31 mortos e 94 feridos.

Julgados em 16 processos diferentes, os 39 condenados foram descritos como separatistas associados ao Movimento Islâmico do Turquistão Oriental, um "grupo terrorista ligado à Al-Qaeda", e "extremistas religiosos".

China Xinjiang jihad violência
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)