Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

China abre escola e creche em ilhas disputadas

As instalações custaram 5,56 milhões de dólares.
Lusa 15 de Dezembro de 2015 às 07:44
Seis professores da cidade de Haikou, no sul da China, foram contratados para os centros educativos
Seis professores da cidade de Haikou, no sul da China, foram contratados para os centros educativos FOTO: Getty Images

A China inaugurou esta semana uma escola primária, uma creche e um centro de formação profissional na localidade de Sansha, no arquipélago Paracel, reafirmando assim o controlo daquele território no Mar do Sul da China.

As instalações, que custaram 5,56 milhões de dólares e demoraram 18 meses a serem concluídas, supõem a introdução do sistema de ensino naquela localidade fundada pela China em 2012, e que começou por servir como destacamento militar, sendo atualmente habitada por mil pessoas.

Seis professores da cidade de Haikou, no sul da China, foram contratados para aqueles centros educativos, que incluem ainda um edifício de arquivo e um "centro de arqueologia submarina", segundo descreveu o jornal chinês Global Times.

China Sansha política escolas
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)