Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Cientistas do Centro Champalimaud desenvolvem modelo matemático para compreender biodiversidade

Lusa 29 de Agosto de 2018 às 00:03

Cientistas do Centro Champalimaud, em Lisboa, desenvolveram um modelo matemático para compreender como centenas ou milhares de espécies conseguem conviver apesar da limitação de recursos, de acordo com um estudo hoje divulgado.

"Cientistas em Lisboa desenvolveram agora uma promissora abordagem matemática para esta questão, que poderá permitir resolver um paradoxo de longa data e ter importantes implicações para a conservação da biodiversidade -- um dos mais prementes desafios atuais", assinala um comunicado do Centro Champalimaud, a propósito do estudo, publicado na revista Proceedings of the Royal Society.

Partindo de premissa "pode o grande paradoxo da biodiversidade ser resolvido com a ajuda da teoria dos jogos?", os cientistas do laboratório liderado por Gonzalo de Polavieja consideram que as primeiras tentativas teóricas para explicar a multiplicidade de espécies existentes na Terra face à limitação de recursos "não passava o teste da realidade".

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)