Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Mais de 60 países já aderiram à neutralidade carbónica em 2050

Os 66 países juntam-se a 10 regiões, 102 cidades e 93 empresas, unidos no objetivo de atingir a neutralidade.
Lusa 23 de Setembro de 2019 às 14:58
ONU
ONU FOTO: Johannes Simon/Getty Images

A ONU anunciou esta segunda-feira, pouco antes do início da Cimeira da Ação Climática em Nova Iorque, que 66 Estados aderiram até agora ao objetivo de neutralidade carbónica em 2050.

Os 66 países juntam-se a 10 regiões, 102 cidades e 93 empresas, unidos no objetivo de atingir a neutralidade (não emitir mais gases com efeito de estufa do que aqueles que se conseguem absorver) até meados do século, um objetivo fixado pelos cientistas para conter o aquecimento global.

O Acordo de Paris, alcançado em dezembro de 2015, estipula que os países têm de tratar de conseguir que o aumento global das temperaturas seja inferior a 2.º celsius (na pior das hipóteses, porque o ideal é impedir um aumento superior a 1,5 graus), em relação aos valores médios do século XIX, na era pré-industrial. Até agora a Terra já está um grau mais quente que esses valores de referência.

ONU Estados Nova Iorque ambiente política aquecimento global organizações internacionais
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)