Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Protesto na escola secundária Ferreira Dias, em Sintra

Pais, alunos e professores reclamam as obras prometidas.
Lusa 21 de Setembro de 2015 às 09:43
Pais, alunos e professores dizem que a segurança dos alunos pode estar em causa
Pais, alunos e professores dizem que a segurança dos alunos pode estar em causa FOTO: António Cotrim/Lusa

Umas dezenas de pais, professores e alunos protestaram esta segunda-feira de manhã em frente à Escola Secundária de Ferreira Dias, em Agualva, Sintra, contra o adiamento das prometidas obras de requalificação daquele estabelecimento de ensino.

Segundo o presidente da Associação de Pais e Encarregados de Educação (APEE), Álvaro Silva, as obras de beneficiação da Ferreira Dias estiveram previstas no âmbito das intervenções da Parque Escolar, mas não chegaram a iniciar-se.

A presidente do conselho-geral da secundária Ferreira Dias, Ana Paula Cunha, notou que uma escola "não é um armazém" e que o adiamento de obras coloca em causa a segurança dos cerca de 2.000 alunos e dos profissionais que ali trabalham.

O risco de abatimento do piso em alguns pontos do estabelecimento, a falta de manutenção de instalações e a entrada de água da chuva em algumas salas de aula são alguns dos problemas apontados pelos manifestantes.

Protesto Escola Secundária de Ferreira Dias Agualva Sintra questões sociais educação
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)