Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Conheça Pedro Dias, o assassino de Aguiar da Beira

Homicida vivia em Arouca, onde criava gado. É conhecido pelo temperamento instável.
11 de Outubro de 2016 às 15:05
Conheça o suspeito do tiroteio na Guarda
O suspeito de ter abatido a tiro um militar da GNR e um civil e de ter ferido outras duas pessoas, pertence a uma família muito conhecida em Arouca. Pedro João Ribeiro e Costa de Pinho Dias tem 44 anos e dedica-se à criação de gado em várias propriedades que a família tem no concelho de Arouca.

O homem que está em fuga à GNR desde 11 de outubro já viveu vários anos na África do Sul, onde terá recebido treino militar. Em África, tirou a licença de pilotagem de aviões, daí que seja conhecido na região de Arouca pela alcunha de 'piloto'. Divorciado, Pedro João Dias é pai de uma menina e um filho bebé. A mais velha terá cerca de 10 anos, fruto de um primeiro casamento, o mais novo é um bebé de meses, que nasceu de uma relação recente.

Pedro Dias vivia atualmente em casa dos pais, que têm uma situação financeira desafogada. O pai é engenheiro e tem uma empresa de transformação de madeira, a mãe é professora. 

Em 2014, uma das propriedades onde Pedro Dias faz criação de animais foi alvo de buscas policiais. A GNR encontrou-lhe várias espécies protegidas, entre aves e macacos, que tinha em situação ilegal, e apreendeu quatro armas de fogo não licenciadas, incluindo duas caçadeiras de canos serrados.

Os vizinhos apontam-lhe um temperamento instável. Capaz de ser um homem bem disposto e brincalhão, também lhe são conhecidos episódios de fúria. Na sua ficha policial, consta que já foi alvo de duas queixas por violência doméstica. Num dos processos, movido pela ex-mulher, foi condenado em tribunal a pena suspensa.





GNR Aguiar da Beira Pedro João Ribeiro e Costa Aveiro crime lei e justiça
Ver comentários