Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Conselho Económico defende crescimento económico como prioridade para 2015

CES diz que medida deveria estar expressa nas Grandes Opções do Plano (GOP).
25 de Setembro de 2014 às 06:32
Passos Coelho a assinar o acordo para o aumento do salário mínimo nacional no Conselho Económico e Social (CES), na quarta-feira
Passos Coelho a assinar o acordo para o aumento do salário mínimo nacional no Conselho Económico e Social (CES), na quarta-feira FOTO: João Relvas/Lusa

O Conselho Económico e Social (CES) defende que o crescimento económico deveria ser a prioridade do Governo para o próximo ano e que isso deveria estar expresso nas Grandes Opções do Plano (GOP) para 2015.

"O CES entende que a 1ª Opção deveria ser o crescimento económico e, a partir dessa assunção, elencar todo um conjunto de premissas e condicionantes, nas quais, necessariamente, se incluem as de natureza financeira, mas também uma análise cuidada do que se poderá fazer em termos de redução de custos de contexto das empresas", diz o projeto de parecer do CES sobre a proposta governamental de GOP, enviado esta quinta-feira aos parceiros sociais.

No documento de trabalho, a que a agência Lusa teve acesso, o CES considera que, sem um crescimento económico médio anual nos próximos anos de cerca de 2% a 2,5%, não haverá qualquer esperança para a criação de emprego produtivo, nem será possível cumprir o Tratado Orçamental sem a existência de altos níveis de austeridade".

Conselho Económico e Social Governo Crescimento Económico
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)