Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Corrida aos últimos 140 bilhetes

Afinal, o CSKA não disponibilizou ao Sporting 500 bilhetes para a final da Taça UEFA (quarta-feira), mas apenas 140, que começaram esta terça-feira a ser vendidos aos sócios com bilhetes de época ('game box') na posse da respectiva senha, entregue na última sexta-feira.
17 de Maio de 2005 às 09:03
As bilheteiras no Estádio José Alvalade abriram com uma hora de atraso, pouco antes das 09h00, por ter sido necessário esperar pela chegada da PSP.
Um destacamento com cerca de uma dúzia de agentes foi chamado ao local, para ordenar as pessoas nas filas de acesso às bilheteiras. O processo de venda dos derradeiros ingressos para a grande final foi bem explicado no 'site' do Sporting, mas não terá sido fácil convencer alguém que ali chegara, por exemplo, às seis da manhã que seria ultrpassado na fila por um outro indivíduuo acabadinho de chegar, mas com senha de sexta-feira passada.
Os últimos 140 bilhetes foram vendidos, primeiro, aos sócios com 'game box' que receberam senhas na última sexta-feira à noite. Nessa altura, os bilhetes esgotaram e foram distribuídas senhas mumerdaso às pessoas que se encontravam na fila de espera, na expectativa de corresponderem a mais 500 bilhetes que viriam de Moscovo. Só chegaram 140 bilhetes.
A venda foi feita por ordem do número da senha apresentada. Cada possuidor de senha tinha direito a comprar até três bilhetes. Quer isto dizer que bastavam 47 sócios a querer três bilhetes cada para já nem serem suficientes. Pouco, muito pouco para uma masa associativa empenhada em ver o seu Sporting a conquistar a primeira Taça UEFA para o clube, numa final europeia caprichosamente disputada em 'casa' frente ao CSKA Moscovo (quarta-feira, 19h45, com relato ao minuto aqui no CM On-line, na área Última Hora).
Ver comentários