Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Costa recebe chefes de Estado de seis países do sul da Europa

Governos do Mediterrâneo acertam posições sobre políticas europeias.
28 de Janeiro de 2017 às 08:54
O Presidente do Governo de Espanha, o Presidente Francês e o Primeiro Ministro de Portugal durante a reunião
O Primeiro Ministro de Portugal e o Primeiro Ministro Italiano
O Presidente do Governo de Espanha, o Presidente Francês e o Primeiro Ministro de Portugal durante a reunião
António Costa, Lisboa, Europa, chefe do Governo, Chipre, França, François Hollande, Espanha, Mariano Rajoy, Grécia, Alexis Tsipras, Itália, Paolo Gentiloni, União Europeia
O Primeiro Ministro de Portugal, o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano durante o discurso conjunto
O Primeiro Ministro Grego e o Primeiro Ministro Italiano
O Presidente do Governo de Espanha bem disposto durante a reunião
O Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro Italiano, o Primeiro Ministro de Portugal e o Presidente do Governo Espanhol caminham para a fotografia de família
O Presidente do Governo Espanhol, o Primeiro Ministro de Portugal, o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano preparam-se para a fotografia de família
O Primeiro Ministro Grego, o Presidente do Governo Espanhol, O Presidente de França, o Primeiro Ministro de Portugal à conversa enquanto o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano preparam-se para a fotografia de família
O Presidente do Governo de Espanha, o Presidente Francês e o Primeiro Ministro de Portugal durante a reunião
O Primeiro Ministro de Portugal e o Primeiro Ministro Italiano
O Presidente do Governo de Espanha, o Presidente Francês e o Primeiro Ministro de Portugal durante a reunião
António Costa, Lisboa, Europa, chefe do Governo, Chipre, França, François Hollande, Espanha, Mariano Rajoy, Grécia, Alexis Tsipras, Itália, Paolo Gentiloni, União Europeia
O Primeiro Ministro de Portugal, o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano durante o discurso conjunto
O Primeiro Ministro Grego e o Primeiro Ministro Italiano
O Presidente do Governo de Espanha bem disposto durante a reunião
O Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro Italiano, o Primeiro Ministro de Portugal e o Presidente do Governo Espanhol caminham para a fotografia de família
O Presidente do Governo Espanhol, o Primeiro Ministro de Portugal, o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano preparam-se para a fotografia de família
O Primeiro Ministro Grego, o Presidente do Governo Espanhol, O Presidente de França, o Primeiro Ministro de Portugal à conversa enquanto o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano preparam-se para a fotografia de família
O Presidente do Governo de Espanha, o Presidente Francês e o Primeiro Ministro de Portugal durante a reunião
O Primeiro Ministro de Portugal e o Primeiro Ministro Italiano
O Presidente do Governo de Espanha, o Presidente Francês e o Primeiro Ministro de Portugal durante a reunião
António Costa, Lisboa, Europa, chefe do Governo, Chipre, França, François Hollande, Espanha, Mariano Rajoy, Grécia, Alexis Tsipras, Itália, Paolo Gentiloni, União Europeia
O Primeiro Ministro de Portugal, o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano durante o discurso conjunto
O Primeiro Ministro Grego e o Primeiro Ministro Italiano
O Presidente do Governo de Espanha bem disposto durante a reunião
O Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro Italiano, o Primeiro Ministro de Portugal e o Presidente do Governo Espanhol caminham para a fotografia de família
O Presidente do Governo Espanhol, o Primeiro Ministro de Portugal, o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano preparam-se para a fotografia de família
O Primeiro Ministro Grego, o Presidente do Governo Espanhol, O Presidente de França, o Primeiro Ministro de Portugal à conversa enquanto o Presidente do Chipre, o Primeiro Ministro de Malta e o Primeiro Ministro Italiano preparam-se para a fotografia de família
O primeiro-ministro, António Costa, recebe este sábado em Lisboa, chefes de Estado de outros seis países do sul da Europa para procurar posições comuns para as próximas cimeiras europeias sobre migrações, segurança e defesa e desenvolvimento económico e social.

Na segunda cimeira de países do sul da Europa, participam hoje, além do chefe do Governo português, os presidentes do Chipre (Nikos Anastasiades) e de França (François Hollande) e os primeiros-ministros de Espanha (Mariano Rajoy), Malta (Joseph Muscat), Grécia (Alexis Tsipras) e Itália (Paolo Gentiloni).

Esta é a primeira vez que participam os líderes dos sete países, depois de Rajoy não ter estado presente na primeira edição, em setembro passado em Atenas, Grécia, por o seu governo estar em gestão.

À margem desta reunião, o primeiro-ministro encontrou-se na sexta-feira à noite com o seu homólogo maltês, para abordar a preparação da cimeira informal, com a participação de 27 países da União Europeia, já sem o Reino Unido, que decorre no próximo dia 3 em La Valleta, Malta, país que assume, pela primeira vez, a presidência semestral da UE.

Na manhã deste sábado, ainda antes do início do encontro, Costa recebe o novo primeiro-ministro italiano, com quem pretende também debater a cimeira de 24 e 25 de março em Roma, que assinalará os 60 anos da assinatura do Tratado de Roma, e de onde deverá sair uma declaração com propostas sobre o futuro da UE.

Em cima da mesa estarão, essencialmente, três temas: crescimento económico, investimento e convergência; segurança e defesa e migrações.

O objetivo da cimeira não é fazer "um clube à parte", mas promover uma partilha de opiniões e procurar uma "concertação de posições" entre países que, "pela geografia, relações históricas de vizinhança, afinidades culturais e convergência de posições em várias matérias, partilham uma perspetiva comum sobre vários temas da agenda europeia", disse à Lusa fonte do gabinete do primeiro-ministro.

Os sete países pretendem "dar um contributo concreto" para a reflexão que a União Europeia lançou na cimeira de Bratislava, nomeadamente nas próximas etapas - cimeira informal de Malta (03 de fevereiro), Conselho Europeu da Primavera (09 e 10 de março, em Bruxelas) --, e para a preparação da Declaração de Roma, que assinalará, a 25 de março, o 60.º aniversário da assinatura do Tratado de Roma.

Em debate deverão estar conclusões do seminário de alto nível, que decorreu na terça-feira em Lisboa, como a de uma nova combinação de políticas que conjugue a política monetária do Banco Central Europeu com a coordenação das políticas orçamentais dos Estados-membros; a conclusão da união bancária, através da concretização do sistema europeu de garantias de depósitos e a criação de uma capacidade orçamental própria da zona euro.

Na ocasião, Costa defendeu a urgência da reforma do euro contra os protecionismos e populismos, considerando essencial um mecanismo supranacional de estabilização contra choques assimétricos e um Fundo Monetário Europeu para gestão das dívidas soberanas.

Quanto à segurança e defesa, os líderes dos sete países deverão debater o reforço das fronteiras externas da União, e a segurança no interior da UE, nomeadamente contra a ameaça terrorista, mas sem prejudicar a livre circulação dos europeus consagrada no acordo de Schengen.

Quanto às migrações, o encontro será uma oportunidade para reafirmar a solidariedade para com os Estados "particularmente afetados pela crise migratória" -- Grécia e Itália -- e para debater o combate "às causas profundas da migração".

A cimeira decorre no CCB, com início às 11:00. Pelas 13:00, os líderes tiram a tradicional fotografia de família, antes de participarem num almoço de trabalho. Às 14:40 está prevista uma declaração conjunta à imprensa, com intervenção dos sete chefes de Estado e de Governo.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)