Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
6

Costa diz que consolidação orçamental está assente em estimativas prudentes

Lusa 21 de Abril de 2016 às 00:03

O secretário-geral do PS, António Costa, defendeu quarta-feira que o Programa de Estabilidade vai permitir fazer uma consolidação orçamental "exigente" num "círculo virtuoso" assente em estimativas "prudentes de crescimento", compatibilizando compromissos europeus e nacionais.

No final da reunião com o Grupo Parlamentar do PS, na quarta-feira à noite, tendo ao seu lado o líder da bancada socialista, Carlos César, António Costa adiantou aos jornalistas que os programas Nacional de Reformas e de Estabilidade serão apresentados na quinta-feira, após serem aprovados em Conselho de Ministros, pelos titulares das pastas do Planeamento, Pedro Marques, e das Finanças, Mário Centeno.

De acordo com fontes do Governo, o Programa de Estabilidade prevê um défice de 1,4 por cento em 2017, o que exigirá uma consolidação orçamental na ordem dos 1.400 milhões de euros - montante a que acrescerá ainda o impacto de medidas na ordem dos 1.600 milhões de euros tomadas a partir de janeiro deste ano - e aponta no seu último ano, em 2019, para um défice de 0,2 por cento.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)