Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Criança "comida viva" por herpes

Menina ficou infetada com o beijo de um familiar.
16 de Novembro de 2016 às 16:33
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Depois de oito meses de tratamentos a criança começou a recuperar
Sienna com a mãe, antes da doença
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Depois de oito meses de tratamentos a criança começou a recuperar
Sienna com a mãe, antes da doença
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Sienna teve herpes na cara
Depois de oito meses de tratamentos a criança começou a recuperar
Sienna com a mãe, antes da doença

Sienna Duffield, uma menina britânica de três anos que ficou com a cara coberta de herpes depois de ter sido beijada por um parente infetado, curou-se ao fim de oito meses.

A mãe, Savina French-Bell, assistiu à dor da filha que parecia estar a ser "comida viva" pela infeção que se alastrou rapidamente.

Savina, de 21 anos, contou ao jornal The Sun, que durante o tempo que a menina lutou contra o vírus era obrigada a lavar todos os dias os lençóis que ficavam sujos de sangue e pus.

A jovem mãe explicou à publicação que durante oito meses a cara da criança parecia que tinha sido queimada com ácido, tendo mesmo de ser internada devido às feridas que se alastravam pela cara da menina.

Depois do internamento e de muitos antibióticos, a pequena Sienna conseguiu recuperar e extinguir o vírus por completo. "As pessoas ficam surpreendidas por verem o rosto da Sienna tão perfeito", conta a mãe.

A criança voltou a ter uma vida normal e já pode sair à rua sem que as pessoas olhem para si e façam comentários maldosos. 

Sienna Duffield Savina French-Bell The Sun saúde herpes infeção feridas
Ver comentários