Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Deco sem favoritos para o clássico entre FC Porto e Benfica

Maniche, que também passou pelos dois clubes, aposta no Porto.
Lusa 27 de Novembro de 2017 às 15:18
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Maniche, antigo jogador do FC Porto e Benfica
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Maniche, antigo jogador do FC Porto e Benfica
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Maniche, antigo jogador do FC Porto e Benfica
Deco no congresso World Scouting, em Gaia
Deco no congresso World Scouting, em Gaia

O ex-futebolista Deco, que representou o FC Porto e passou, sem jogar, pelo Benfica, considerou esta segunda-feira que "não há favoritos" para o 'clássico' de sexta-feira no Dragão, da 13.ª jornada da I Liga portuguesa.

O antigo médio reconheceu, ainda assim, que os 'dragões' começaram melhor o campeonato, embora apontando que tal não é garantia de sucesso para este jogo frente aos tetracampeões nacionais em título.

"Não vejo favoritos, apesar de o FC Porto ter começado melhor a época, mas é um clássico onde tudo pode acontecer, até porque o Benfica vem de um resultado expressivo (6-0 frente ao Vitória de Setúbal)", afirmou Deco.

Entre os jogadores das duas equipas, o antigo médio do FC Barcelona salientou Jonas, "como um avançado que tem sido decisivo nas últimas épocas no Benfica", mas também Brahimi, "como um jogador que tem crescido e que pode desequilibrar, tal como Aboubakar, Soares e Marega, que têm capacidade de decidir".

O antigo internacional português sublinhou que em partidas com a intensidade dos 'clássicos', "o nível de concentração dos jogadores tem estar no limite", lembrando que "as chances de marcar são sempre poucas e que quem tiver um momento de inspiração poderá resolver o desafio".

Ainda falando no lote de candidatos ao título, Deco mencionou o Sporting, analisando que os 'leões' "têm estado bem, com consistência, e mesmo perdendo alguns jogadores, como Adrien, conseguiram reajustar-se e serem competitivos".

Já sobre a prestação de Sérgio Conceição ao comando do FC Porto, Deco considerou que o treinador dos 'dragões' tem mostrado "qualidade e capacidade", e que poderá inverter o facto de o clube não conquistar títulos há quatro anos.

"Por onde passou, o Sérgio fez bons trabalhos, e, apesar deste ser um desafio maior, tem dado conta do recado, com garra e ambição. Quando assim é, a possibilidade de ganhar alguma coisa aumenta", analisou o antigo médio.

Deco foi esta segunda-feira um dos convidados do Congresso Mundial de 'Scouting', que se realiza num hotel de Vila Nova de Gaia, e que onde marcaram presença várias figuras do futebol português.

Maniche aposta no FC Porto

Também presente no congresso, o ex-jogador de futebol Maniche considerou esta quarta-feira que o FC Porto "tem todas as condições para ganhar" o 'clássico' da próxima sexta-feira, frente ao Benfica, no Dragão, da 13.ª jornada da I Liga portuguesa.

O antigo médio, que como jogador representou, entre outros, o FC Porto e o Benfica, admitiu, ainda assim, que "será um jogo complicado para ambos".

"São jogos especiais e diferentes, em que os jogadores se transcendem. Será complicado para ambas as equipas, mas creio que o FC Porto tem todas as condições de ganhar", analisou Maniche.

O ex-internacional português considerou que "neste momento, o FC Porto está mais forte, apesar de ter empatado na última jornada (1-1 na Vila das Aves)", acreditando que "jogando em casa, poderá surgir mais confiante".

No entanto, Maniche foi perentório a afirmar que "nada ficará decidido no final do clássico", lembrando que nas contas do título também entra o Sporting.

"As diferenças pontuais entre as equipas ainda são muito pequenas e, mesmo que o FC Porto vença, ainda faltam muitos jogos para o final, além de que o Sporting está muito perto. Temos todas as condições para ver um campeonato equilibrado", analisou Maniche.

Desafiado a apontar alguns jogadores que possam desequilibrar o 'clássico' de sexta-feira, o ex-médio não quis dar o seu palpite, lembrando que as decisões até podem vir de quem menos se espera.

"Nestes jogos, até acontecem golos de jogadores que ninguém está a contar. São partidas preparadas ao detalhe e todos têm de estar preparados, pois pode haver apenas uma oportunidade de golo e não se pode desperdiçar", partilhou.

Maniche foi hoje um dos convidados do Congresso Mundial de 'Scouting', que se realiza num hotel de Vila Nova de Gaia, onde marcaram presença várias figuras do futebol português.





Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)