Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

Deco pede alteração de benefícios fiscais

Associação analisou três produtos financeiros.
Lusa 15 de Dezembro de 2015 às 15:44
A Deco concluiu que só os PPR apresentam "verdadeiras vantagens"
A Deco concluiu que só os PPR apresentam 'verdadeiras vantagens' FOTO: Luís Costa

A Deco contesta o regime de benefícios fiscais dos produtos financeiros, que diz só beneficiar os PPR - Planos Poupança Reforma, e anunciou esta terça-feira ter pedido ao Governo e ao parlamento uma alteração da legislação para corrigir desigualdades.

A Associação Portuguesa para a Defesa do Consumidor (Deco) analisou os benefícios fiscais de três produtos financeiros - PPR, ações (mais-valias e dividendos) e fundos de investimento - e concluiu que só os PPR apresentam "verdadeiras vantagens".

"Quando se trata de obter vantagens fiscais, os PPR e os seguros de capitalização são os escolhidos, mesmo que no final não correspondam aos objetivos dos investidores", refere a associação, na revista Proteste Investe de dezembro, questionando o motivo de existir uma tributação mais favorável nos PPR do que os restantes fundos de investimento.

Deco Planos Poupança Reforma Governo macroeconomia serviços financeiros
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)