Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
3

DEFESA ALEGA ERROS NA PRISÃO DE RITTO

O advogado de Jorge Ritto, Rodrigo Santiago, apresentou recurso contra a prisão preventiva do diplomata alegando erros e inconstitucionalidades na decisão do juiz Rui Teixeira.
3 de Junho de 2003 às 18:57
O recurso entregue no Tribunal da Relação de Lisboa defende que o juiz Rui Teixeira não aplicou correctamente dois artigos do Código do Processo Penal (CPP) quando decidiu a prisão preventiva de Jorge Ritto. Os artigos em causa, segundo o advogado, estão relacionados com os meios de prova.
Segundo Rodrigo Santiago o recurso à prisão preventiva do seu cliente avançou sem que o causídico tivesse acesso a mais elementos e indícios constantes do processo, informação que, de acordo com o mesmo, lhe foi negada pleo juiz Rui Teixeira.
O recurso, de 35 paginas, deu entrada na segunda-feira no Tribunal de Instrução Criminal (TIC) de Lisboa, por fax e por correio.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)