Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Defesa da Europa exige mais cooperação e investimento comuns - Figueiredo Lopes

Lusa 10 de Julho de 2017 às 05:00

O presidente da Associação EuroDefense e ex-governante Figueiredo Lopes, defendeu hoje que o aumento da despesa na Defesa é inevitável e destacou os incentivos "muito fortes" para a cooperação entre Estados, rejeitando a ideia de um "exército europeu".

Em entrevista à agência Lusa, António Figueiredo Lopes defendeu que a defesa e segurança da Europa não passam pela "construção de um exército europeu" e frisou que "a responsabilidade para a defesa continua a permanecer nos Estados-membros".

"A política de segurança e defesa continua a ser eminentemente intergovernamental, o que há aqui de novidade é que há incentivos muito fortes para a cooperação, mesmo para a Cooperação Estruturada Permanente, há incentivos para isso", afirmou à Lusa.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)