Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Deputados chegam a Lisboa

O voo Munique-Lisboa da Lufhansa, que ontem foi forçado a realizar uma aterragem de emergência em Genebra, chegou ao aeroporto da Portela pelas 02h30 da madrugada deste domingo.
10 de Maio de 2009 às 11:29
Jaime Gama e os deputados não ganharam para o susto
Jaime Gama e os deputados não ganharam para o susto FOTO: d.r.

No avião viajava uma comitiva parlamentar que esteve de visita à China, onde se incluía o Presidente da Assembleia da República, Jaime Gama, e os deputados Nuno Melo (CDS-PP), Vitalino Canas (PS), Almeida Henriques (PSD) e Agostinho Lopes (PCP).

Do incidente resultaram 14 feridos, dos quais apenas cinco continuam em observação, um dos quais português. Uma outra passageira portuguesa também ficou ferida, mas já recebeu alta.

O aparelho foi forçado a aterrar de emergência em Genebra depois de ter atravessado um poço de ar. O uso de cinto de segurança é recomendado no início de cada viagem, avisando para eventuais problemas de instabilidade do avião, mas alguns passageiros seguiam sem a protecção.

'Não estava ligado o alerta, mas muitas pessoas tinham o cinto apertado. Era o nosso caso. Outras não tinham e foi com essas pessoas e com a tripulação que estava a servir a refeição que aconteceram os ferimentos e as escoriações', afirmou Jaime Gama, à chegada a Lisboa, após o enorme susto.

No mesmo aparelho viajava ainda a cantora Dulce Pontes com o filho, que não terão sofrido ferimentos.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)