Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Deslizamento de terras soterra aldeia

Pelo menos 200 pessoas morreram e 1.500 estão dadas como desaparecidas após um deslizamento de terras registado esta sexta-feira na ilha de Leyte, centro das Filipinas, segundo a estimativa da Cruz Vermelha. Com uma população de 2.500 pessoas, apenas três casas ficaram de pé e foram encontrados até ao momento seis sobreviventes.
17 de Fevereiro de 2006 às 08:44
De acordo com o responsável da organização nas Filipinas, Richard Gordon, o deslizamento fez praticamente desaparecer uma aldeia, tendo soterrado ainda centenas de habitações e uma escola primária, que na altura estava cheia de alunos.
"O solo ficou completamente empapado em água e as árvores deslizaram encosta abaixo, arrastadas pelas lamas", relatou o governador da província de Leyte, Rosette Lerias, sublinhando que o deslizamento ocorreu na sequência das chuvas torrenciais que há duas semanas assolam a região.
Ver comentários