Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

DESPORTIVISMO SUPERA DECEPÇÃO

A decepção percorreu o País e viajou para o resto do Mundo, onde as comunidades portuguesas vibraram com as cores da bandeira portuguesa. Apesar do desânimo, a Selecção das quinas foi aplaudida, a organização do Europeu elogiada e o segundo lugar foi honradamente destacado. Mas a festa terminou em tragédia, grega por sinal.
5 de Julho de 2004 às 02:18
Em muitas cidades do País, os portugueses sofreram com a derrota e abandonaram os locais de concentração em silêncio. Mas houve também quem festejasse, numa última homenagem à Selecção e numa lição de desportivismo.
Em Lisboa, no Parque das Nações, no Rossio e no Marquês de Pombal, milhares de pessoas permaneceram nas ruas, deram largas a alguma euforia e deixaram que as buzinas, as cornetas ou os apitos elevassem os ânimos.
O mesmo sentimento percorreu as populações de outras cidades. Em Faro, por exemplo, os cânticos continuarem a soar no Fun Zone. Nas principais localidades alentejanas, sobretudo em Beja, Évora e Portalegre, as caravanas automóveis fizeram-se à estrada depois do jogo.
Um sentimento que atravessou fronteiras e chegou a Macau, mais propriamente à Torre de Macau, onde se concentraram 500 pessoas para assistir à final. O jogo terminou com palmas para a Selecção. Em Timor, a festa começou três horas antes e terminou silenciosa no último minuto. O anfitrirão foi o embaixador de Portugal em Díli.
FÉRIAS NO BRASIL
A Federação Portuguesa de Futebol (FPF) aceitou o convite feito pela Air Luxor para uma viagem ao Brasil. A deslocação, que terá lugar no próximo dia 16, será para a cidade de Maceió, no estado de Alagoas, onde Luiz Felipe Scolari terminou a sua carreira como futebolista. O convite foi feito há mais de 15 dias, tendo sido aceite na semana passada pela direcção da FPF, que impôs como condição que fosse extensivo a toda a equipa. l
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)