Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto

Detida mulher do ex-ministro da Justiça da Coreia do Sul

Lusa 24 de Outubro de 2019 às 03:20

A mulher do ex-ministro da Justiça da Coreia do Sul, de Cho Kuk, que renunciou em meados de outubro durante uma investigação sobre corrupção, foi detida hoje, apertando o cerco à família do político.

Chung Kyung-sim, uma professora universitária de 45 anos, é acusada, entre outras coisas, de falsificar documentos para que a filha pudesse entrar numa prestigiada escola de medicina. A detenção foi justificada pelo facto de existir o risco de destruição de provas documentais.

Durante dois meses, o gabinete do procurador do Ministério Público investigou Cho e a sua família por outras supostas irregularidades, como as participações num fundo de investimento cujos lucros se deviam alegadamente à influência do político quando era secretário presidencial.