Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Detidos 9 suspeitos de auxílio à imigração ilegal

O Serviço de Estrangeiros e Fronteiras (SEF) deteve nove indivíduos na madrugada desta segunda-feira, no Algarve, por suspeita de extorsão a imigrantes ilegais com recurso à violência.
2 de Julho de 2007 às 18:48
Em conferência de imprensa, o director do SEF, José Van der Kellen, afirmou que os detidos aproveitavam a vulnerabilidade dos seus conterrâneos para lhes exigir uma parte do salário ao fim do mês, ameaçando as famílias nos seus países de origem.
“Tinham uma conduta muito violenta, recorriam à agressão vulgar e barata sem grandes explicações”, declarou Van der Kellen, acrescentando que muitos entravam em casa das vítimas durante a noite e as agrediam com bastões, armas de fogo ou armas brancas.
Durante a operação, que envolveu cem inspectores do SEF e durou cerca de quatro horas, esta entidade apreendeu armas de fogo, de defesa pessoal, documentos comprovativos de remessas internacionais de dinheiro, maquinaria de construção civil furtada e material para falsificação de documentos, leitores de banda magnética de cartões de crédito, aparelhagens de alta-fidelidade furtadas e material informático.
Segundo o responsável da SEF, os detidos, na sua maioria originários da Moldávia, são suspeitos dos crimes de auxílio à imigração ilegal, associação criminosa, angariação de mão-de-obra ilegal e crimes conexos, tais como falsificação de documentos, extorsão, roubo, furto e escravidão.
Os suspeitos estão quase todos em situação regular no País, informou ainda Van der Kellen, acrescentando que alguns trabalhavam no sector da construção civil como forma de dissimular a actividade e outros não tinham qualquer ocupação.
Os detidos serão presentes amanhã ao Tribunal de Portimão.
Ver comentários