Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
2

Diana Fialho e Iúri Mata condenados a 24 e 23 anos de prisão

Lusa 29 de Julho de 2019 às 18:29

O Tribunal de Almada condenou hoje a 24 e 23 anos de prisão, respetivamente, Diana Fialho e Iúri Mata, o casal acusado de matar a mãe adotiva da arguida, no Montijo, em setembro de 2018.

Na leitura do acórdão, que decorreu hoje à tarde no Tribunal de Almada, no distrito de Setúbal, o presidente do coletivo de juízes, Nuno Salpico considerou que não houve "qualquer dúvida" na decisão e que a "prova é exuberante".

Neste sentido, condenou Diana Fialho a 24 anos de prisão por homicídio qualificado e profanação de cadáver, uma pena acrescida em relação ao arguido devido à "frieza" e "desrespeito" mostrado pela mãe adotiva.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)