Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Discográficas independentes querem mais justiça e transparência no comércio "online"

Entre as mais de 750 signatárias independentes estão as discográficas portuguesas Alain Vachier, Kaminari Records, Meteor Records, pad-online.com, Raging Planet e S.C.L Agency.
16 de Julho de 2014 às 19:12

Mais de 750 discográficas independentes, de 23 países, assinaram esta quarta-feira um documento elaborado pela Worldwide Independent Network (WIN), que visa um comércio mais justo e transparente na área da música, no domínio digital.

Segundo o sítio da WIN na internet, entre as mais de 750 signatárias independentes estão as discográficas internacionais XL, Beggars Group, Domino, Sub Pop e Secretly Canadian, e as portuguesas Alain Vachier, Kaminari Records, Meteor Records, pad-online.com, Raging Planet e S.C.L Agency.

A WIN, que representa os interesses globais da produção musical independente, lançou hoje, em Londres, para assinatura a nível mundial, a Declaração pelos Contratos Digitais Justos, que visa encontrar um equilíbrio entre as discográficas independentes e as "majors", que detêm maiores parcelas dos mercados, e plataformas digitais como o YouTube e a Spotify.

Cultura discográficas independentes justiça transparência comércio online
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)