Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
4

Dois polícias israelitas feridos com faca

Agressor acabou por ser baleado, em Jerusalém.
Lusa 19 de Setembro de 2016 às 07:15
A polícia não revelou qual o seu estado após ter sido baleado pelas forças de segurança
A polícia não revelou qual o seu estado após ter sido baleado pelas forças de segurança FOTO: EPA

Dois polícias israelitas ficaram esta segunda-feira feridos depois de serem apunhalados por um palestiniano, que foi atingido com disparos das forças de segurança, junto a um dos acessos à cidade velha de Jerusalém, informou a polícia.

De acordo com a porta-voz da polícia, Luba Samri, o agressor seguiu os dois agentes desde a Porta de Damasco até à Porta de Herodes, acesso ao bairro muçulmano da cidadela, onde lhes desferiu vários golpes com uma arma branca.

"Os agentes foram levados em situação grave a muito grave e o agressor foi neutralizado", indicou a porta-voz.

Os primeiros pormenores sobre a identidade do agressor indicam que se trata de um palestiniano na casa dos 20 anos, do bairro Ras al Amud, em Jerusalém Oriental.

A polícia não revelou qual o seu estado após ter sido baleado pelas forças de segurança.

O serviço de emergência da Estrela de David Vermelha (equivalente à Cruz Vermelha) informou que os israelitas foram transferidos para dois hospitais em Jerusalém -- um deles, uma mulher com cerca de 20 anos, estava em estado muito grave.

O incidente aconteceu depois de um fim de semana de casos semelhantes na Cisjordânia.

Após semanas de relativa calma, estes incidentes juntam-se à onda de violência na região iniciada em outubro do ano passado e que já causou a morte de 230 palestinianos -- a maioria agressores ou alegados atacantes de israelitas -- e de um jordano. Entre os israelitas registaram-se 36 mortos, além de três estrangeiros.

Jerusalém Jerusalém Oriental política distúrbios guerras e conflitos
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)