Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
5

Economia portuguesa em abrandamento

Segundo as previsões económicas de Primavera da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), a economia portuguesa voltou a entrar em recessão no segundo semestre de 2004, devendo recuperar gradualmente durante este ano, para ganhar maior pujança em 2006.
24 de Maio de 2005 às 11:02
Economia portuguesa em abrandamento
De acordo com a OCDE, a economia portuguesa pode continuar a crescer menos do que a maiores economias da OCDE durante o período em análise, apontando para um crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) português de 0,7% este ano, menos que o 1,0% registado em 2004, para crescer 2,1% em 2006.
O relatório apresentado pela OCDE aponta para uma economia a braços com vários problemas, nomeadamente o aumento do desemprego, a estagnação do investimento, o abrandamento do consumo e o desequilíbrio da balança comercial com o exterior, com o aumento das exportações a não conseguir fazer frente ao forte crescimento das importações.
Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)