Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
8

Economista defende salário mínimo em Angola revisto nos 111 euros

Lusa 1 de Maio de 2016 às 09:44

O diretor do Centro de Estudos e Investigação Científica (CEIC) de Angola, Alves da Rocha, defende uma revisão do salário mínimo no país, processo iniciado pelo Governo, para pelo menos 18.450 kwanzas (111 euros) mensais.

"Um valor eventualmente aceitável para o ajustamento do salário mínimo seria o respetivo incremento absorver, por inteiro, a inflação ocorrida em 2015", apontou o economista e diretor daquele centro, da Universidade Católica de Angola, em entrevista à agência Lusa.

Um grupo técnico nomeado pelo Governo deverá concluir até final de maio (40 dias) uma proposta de revisão do salário mínimo nacional angolano, levando em conta variantes como o aumento do nível de inflação, que a um ano já ultrapassa os 23 por cento, ou a subida exponencial dos preços dos produtos da cesta básica.

Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)