Barra Cofina

Correio da Manhã

Cm ao Minuto
7

Eleger dois eurodeputados é "vitória" para o CDS-PP

Diogo Feyo, o número dois da lista às europeias pelo CDS-PP, afirmou hoje que a eleição de dois deputados ao Parlamento Europeu cumpre os objectivos definidos pelos centristas.
7 de Junho de 2009 às 20:44
Diogo Feyo deve ser eleito
Diogo Feyo deve ser eleito FOTO: d.r.

'O cabeça de lista do CDS foi claro. Queríamos eleger dois deputados, abaixo disso seria uma derrota', sublinhou Diogo Feyo, juntando-se ao coro de vozes do CDS-PP que criticaram as sondagens feitas durante a campanha eleitoral.

'Os jornalistas pediam-nos para reagir a sondagens que iam dos dois aos três e quatro por cento. A realidade da urna e dos votos é a da possibilidade de o CDS poder eleger dois eurodeputados, números que são conseguidos quando é diminuída a representatividade do País no Parlamento Europeu', salientou.

Na mesma linha de pensamento de Pedro Mota Soares, o número dois da lista centrista considerou que 'é necessário pegar nas várias sondagens e compará-las com as projecções à boca da urna'. Apesar das críticas, Diogo Feyo recusou comentar a possibilidade de algumas sondagens terem sido realizadas com o intuito de prejudicar o CDS-PP.

Entre as figuras do partido que já chegaram à sede do partido, no Largo Adelino Amaro da Costa, contam-se a ex-ministra da Justiça, Celeste Cardona, e o seu marido, o até agora eurodeputado Luís Queiró.

Vitória de Nuno Melo na terra natal

Nuno Melo, o cabeça de lista do CDS-PP às eleições europeias, saiu vitorioso na sua freguesia natal, em Joane, concelho de Famalicão. Foi nessa mesma freguesia que exerceu, pela manhã. o seu direito de voto. Seguiu-se um almoço com a família e a viagem para Lisboa, onde aguarda os resultados eleitorais finais.

Ver comentários
Newsletter Diária Resumo das principais notícias do dia, de Portugal e do Mundo. (Enviada diariamente, às 9h e às 18h)